3 de set de 2018

Encontro de resistência: Feira do Brejo tem proposta única na região


Um ambiente leve, colorido, repleto de manifestações artísticas e com seu lado político, de resistência e visibilidade. Esse foi o cenário que transbordou a casa PUPA. A “Feira do Brejo” foi realizada no último dia 24, que deu início à agenda Caneca Pride, programação especial dedicado à parada LGBT de Sorocaba. E nada mais justo que marcarmos esse início com um role totalmente focado no publico lésbico aproveitando que Agosto é o mês da visibilidade lésbica.
Com o intuito de dar espaço para que mulheres pudessem expor seus trabalhos, a feira abrangeu as mais variadas frentes indo de fotografias com Bruna Pregnolatto, flash tattoos com Manu Darian, passando por roupas do brechó Casca de Bétula e da marca Chica's T Shirts, até ilustrações feitas por artistas como Gabrielle Corrêa, Alarme Feminista, Espaço de Marte e muito mais. O evento também contou com som ao vivo com a Allana Rodrigues além da presença da galera do Girls Rock Camp.
Em conversa com Luana Salum, uma das criadoras e organizadoras da Feira do brejo, ela comenta ter focado bastante na importância de um evento cultural desses, que teve sucesso graças a ajuda tanto das meninas quanto do dono do PUPA, “Quando se fala de LGBT, sapatão sempre é meio esquecida, então eu achei uma ideia massa começar com a gente. É o nosso mês”. Salum falou também que pretende dar continuidade à feira, trazendo edições diferentes e cada vez maiores.

Texto por Vivian Piloto