Extraordinário nos ensinando a ser extraordinários


Extraordinário foi lançado em 2013 e pouco tempo depois se tornou um best seller. Em dezembro de 2017 foi lançado o filme baseado no livro que conta a história de Auggie, um garoto que sofre da Síndrome de Treacher Collins, síndrome genética que tem como consequência uma deformidade facial.

Além de contar a história de Auggie, retrata também as histórias de pessoas que o cercam. Dando um foco especial para a luta do garoto de mostrar a todos do quinto ano que mesmo com a aparência incomum, ele é um garoto normal como qualquer outro. O quinto ano é o seu primeiro ano letivo em um colégio, já que ele estudou a vida toda na sua casa, por conta das 27 operações que precisou passar.

O filme retrata de forma comovente e ao mesmo tempo "descontraída" a longa batalha de Auggie, enfatizando a importância do amor, amizade, gentileza, compaixão, empatia e aceitação. Com a história do garoto, é possível ver várias histórias de várias outras pessoas da vida real, principalmente para as que são minorias.

Auggie faz parte de uma minoria e não aceita a sua aparência de imediato, por isso, usa um capacete de astronauta para cobrir a sua face com medo de mostrar quem ele realmente é. O que é muito comum na fase de auto aceitação quando você é minoria, o processo de cobrir a própria face com medo do preconceito da sociedade.

O filme levanta fortes questionamentos que nos levam a refletir, como: Não sabemos a batalha diária do outro.  É preciso se colocar no lugar do próximo essa importante lição sobre empatia através da frase: "A questão é que todos temos que lidar com dias ruins".

A obra cinematográfica é um verdadeiro manifesto sobre gentileza, mostra sobre a importância de saber que temos um lugar de fala, mas também temos nosso lugar de escuta dentro da sociedade. Algumas frases que ressalvam a gentileza: "Se você tiver que escolher entre ser correto e ser gentil, seja gentil" ou "Vamos criar uma nova regra de vida: sempre tentar ser um pouco mais gentil que o necessário".

Você pode conferir os outros questionamentos e ver se algum deles se encaixam com a sua batalha diária, assistindo ao filme que ainda está em exibição nos cinemas ou lendo o livro "Extraordinário". Vai comprovar que a obra se trata de um manifesto a favor da diversidade, gentileza e ao amor.

Auggie levanta o questionamento se sempre será  assim, se as pessoas sempre o olharão de forma estranha, só por ele ser diferente, a resposta vem no final do filme: talvez as coisas não vão mudar, mas você pode mudar a forma de enxergá-las.




Compartilhe

 
Copyright © Coletivo Caneca. OddThemes