17 de out de 2017

A importância de The Handmaid's Tale


Pense que num futuro não tão distante, seguidores de Trump ou Bolsonaro vão ter muito mais voz e que as mulheres, LGBTs, e qualquer minoria vai ser silenciada.

Agora amplie um pouco mais essa visão, mulheres nesse contexto vão ser usadas para ser "portadoras" de bebês de casais ricos que não conseguiram ter seu filho do modo tradicional e vão ser usadas apenas para isso.

Ampliando um pouco mais, cada uma vai ter outra companheira que vai estar sempre a vigiando,caso diga algo que não devia, caso comente algo impróprio ou qualquer outra coisa que envolva a resistência dessas mulheres.

Isso, em alguns países é algo que pode acontecer eventualmente e é esse cenário que The Handmaid's Tale nos insere, vencedora de 5 Emmys pela atuação das atrizes e pelo seu conteúdo dramático, essa série veio com tudo para nos assustar e trazer um Black Mirror não tão "igualitário", pois a luta dos sexos começa a acontecer quando as personagens começam ser demitidas de seus trabalhos, apenas por serem mulheres.

Passam por diversas perseguições, até entrar nesse grupo de selecionadas para ser apenas o objeto para trazer um bebê ao mundo e não ter contato algum com essa criança, após ela desmamar.

O contexto é pesado e denso, pois nos coloca num futuro tão distante, tão cheio de tecnologia como em Black Mirror, a única coisa mais futurística ali é que os ideias de conversadores ganhou grande voz e que toda luta das minorias foi silenciada e projetada de maneira muito bem organizada para que não volte nunca mais a falar ou idealizar um futuro diferente do que é apresentado.

A quem for ver essa série, prepare seu coração e se prepare para as bads que vão vir constantemente, pois com o conservadorismo começando a ganhar voz (novamente), essa série começa a assustar e muito.