2 de mai de 2017

Doação de Sangue | Sangue de homossexual não é bom?


Um assunto velho para alguns, e novo para outros. Confesso que nunca soube que homossexuais não podem doar sangue. Foi uma ignorância de minha parte, pois tenho vontade de doar, mas nunca corri atrás. Me senti um lixo quando ouvi sobre isso, e quando fui pesquisar mais a fundo.

Uma portaria do ministério da Saúde diz que a orientação sexual não deve ser usada como critério para seleção de doadores de sangue. Mas outra portaria que estabelece quem pode e quem não pode fazer doação, exclui homens que tiveram relações sexuais com outros homens nos últimos 12 meses.
FONTE: G1

Por causa de vírus como o HIV, homossexuais ou "homens que tiveram relações sexuais com outros homens nos últimos 12 meses", não podem doar sangue, ou até podem, mas a coleta será descartada.

No dia 26 de março, o estudante de jornalismo Leonardo Uller, de 19 anos, foi ao Hospital 9 de Julho, na centro de São Paulo, com uma intenção: doar sangue. Seu tio, internado na unidade, havia passado por uma cirurgia e precisava de transfusões. À pedido dos médicos, a família se mobilizou.
Leonardo conhecia a situação. Havia estado na posição de doador mais de 10 vezes em outro hospital da cidade, da rede pública. Achou que o procedimento seguiria o padrão a que estava acostumado. E, por alguns minutos, seguiu. “Mediram minha pressão, fizeram teste de anemia, tudo normal”, conta. Foi no momento da entrevista com a médica que o quadro mudou.
Após as perguntas de praxe – “se já tive malária, se tinha passado por cirurgia nos últimos meses, se havia viajado para o exterior”, relata –, a médica questionou se Leonardo havia mantido relações sexuais com homens nos últimos 12 meses. “Disse que sim. Ela me falou, então, que eu não poderia doar sangue. Quis saber por que, expliquei que estava em um relacionamento estável há mais de um ano, usava camisinha, e, por isso, meu comportamento não era de risco”, relembra. Mas a médica prosseguiu:
– Veja bem, se você estiver internado, vai querer um sangue ruim, de gente promíscua, no seu corpo?
– Você está insinuando que meu sangue é promíscuo? – rebateu o estudante.
– Não, de jeito nenhum – retrucou a médica.
– Então está insinuando que os gays são promíscuos? – perguntou o rapaz.
– Não é isso. Mas concorda que você é uma raridade, uma exceção entre os gays? – indagou a funcionária do hospital.
Depois de muita insistência e discussão, Leonardo conseguiu realizar o procedimento. "Ela veio falar comigo depois e me disse que tinha ‘me expressado bem’. Se eu fosse gay e analfabeto, ou então mais tímido, não teria conseguido doar?", contesta.
"Foi péssimo. A primeira coisa em que pensei foi ‘que loucura, como uma pessoa que tem diploma de médico, estudou tantos anos para cuidar de gente pensa uma coisa dessas, que não faz o menor sentido?’ Me senti humilhado, muito injustiçado", confessa o estudante. Por meio de nota, a assessoria de imprensa do hospital afirmou que “as doações de sangue realizadas no banco de sangue que atende a instituição seguem a legislação vigente – Portaria 2712, de 12/11/2013 do Ministério da Saúde".
FONTE: JUSBRASIL

Esse assunto foi jogado em uma roda de amigos, onde apenas um sabia sobre esse assunto, e os outros não, e é bem sério quando falo: todos ficaram sem reação.

Sangue de homossexual não é bom então?

Uma outra dúvida surgiu: POSSO DOAR SANGUE SE MEUS EXAMES ESTAREM EM DIA?

Não! A única maneira de um homossexual poder doar sangue, é não ter tido nenhuma reação com outro homem durante o último ano.

É bem frustrante tudo isso, mas é a nossa realidade. Além do Brasil, EUA, Austrália, França e Canadá também consideram o intervalo de restrições de doações para 12 meses, e 5 anos para o último citado.

E você, o que acha sobre isso?